13/12/2017

[resenha] tartarugas até lá embaixo

"é muito raro encontrar quem veja o mesmo mundo que o seu."


foto: a teoria de todas as coisas/ ana mattos
minha história com john green começou como a de muitas pessoas: através de a culpa é das estrelas. me apaixonei pelo livro e o filme também foi só amorzinho. logo depois comprei o teorema katherine e nossa relação azedou. tentei por duas ou três vezes ler o livro, mas não deu liga. parei de tentar, até que me deparei com tartarugas até lá em baixo

com poucas páginas de leitura senti que esse era o livro que iria me reconciliar com john. e foi. 

a história acompanha a jornada de aza holmes, uma menina de 16 anos que sai em busca de um bilionário misteriosamente desaparecido – quem encontrá-lo receberá uma polpuda recompensa em dinheiro – enquanto tenta lidar com o próprio transtorno obsessivo-compulsivo (TOC).
aza é um personagem extremamente cativante, assim como sua melhor amiga daisy e davis, filho do bilionário desaparecido. é fácil passar algumas horas lendo sobre eles sem nos cansarmos um só instante. 

tive um certo receio sobre como o livro iria tratar os transtornos de aza (alô, 13 reasons why), mas essa foi uma das surpresas agradáveis que a leitura de tartarugas até lá em baixo me trouxe. os momentos em que ela está em crise, inclusive, são bastante angustiantes e suas conversas com a terapeuta rendem diálogos incríveis e muito reflexivos!

confesso que, envolvida pela sinopse, esperei muito mais acontecimentos que de fato ocorreram na narrativa, mas de forma alguma isso faz com que ela se torne monótona ou desinteressante. pelo contrário, é difícil largar o livro.

john green, que também foi diagnosticado com TOC, traduz muito bem o que é conviver com um transtorno que lhe transforma em refém do seu corpo e de seus próprios pensamentos, lidando com desafios diariamente. leiam, leiam e leiam. 

________________________________________________________




título original: turtles all the way down
autor: john green
editora: intrínseca
gênero: romance
páginas: 256
edição: 2017











2 comentários:

  1. Eu tô louquíssima pra ler esse livro, amo o John e fiquei orfã já que ele passou 6 anos sem publicar algo novo. "O Teorema Katherine" é o livro dele que eu menos gosto! Ele me conquistou mesmo com TFIOS e Cidades de Papel, um dos meus favoritos dele. Tá todo mundo elogiando este novo, e dizendo que é a sua melhor obra até agora.

    ResponderExcluir
  2. Eu amei o livro. Detestei Teorema Katherine, único livro dele que não tenho, justamente por não ter gostado, mas tente ler Alaska! Sobre Tartarugas, só amor! Estar "dentro" da cabeça de Aza foi um misto de sensações, mas principalmente, pra mim, foi uma maneira para compreender melhor as pessoa que vivem com problema de ansiedade e com as quais convivo! Beijos.

    ResponderExcluir

obrigada pelo comentário! respondo e visito todos os links que deixam aqui :)