[resenha] Requiem

by - março 25, 2018


pode conter spoilers, mas acho que não.

Atualmente tenho me sentido meio órfã de séries... tudo que eu acompanho acabou ou está em pausa. Com isso, sigo numa busca incessante por novos vícios. Quando vi o trailer de Requiem, achei que a série seria uma boa forma de substituir algumas produções que me deixaram na mão nesses últimos tempos.

Classificada como um mistério sobrenatural, a série tem apenas 6 episódios e foi produzida e exibida originalmente pela BBC, estreando na Netlifx na ultima sexta-feira (23.03). Requiem conta a história da renomada violinista Matilda Grey (Lydia Wilson) e sua busca por respostas após o traumático suicídio de sua mãe. 

Não preciso nem dizer que a maratona correu livre aqui no sábado. né? Em uma única sentada, assistimos todos os 6 episódios disponíveis. Isso não é necessariamente um elogio e logo explico o porquê. 

Sim, o mistério te prende bastante, a história começa sendo bem construída e conta com todos os elementos que conduzem um bom mistério, sem escapar de um ou outro clichê, claro. Em alguns momentos você chega a achar que não há nada de sobrenatural envolvido na trama, principalmente com o envolvimento da investigação policial que acontece ao longo na narrativa. 

Tudo isso faz com que você se apegue à história e invista seu tempo nela. Mas o final... bom, o final não te recompensa por isso. Como tem sido irritantemente comum (Ei 'Vende-se esta Casa', tô falando com você!), as promessas são apenas promessas. Tudo aquilo que vai sendo construído ao longo dos episódios e te deixando cada vez mais ligado na trama, se torna decepção na season finale da série. Foram minutos de muito tédio e pouquíssima explicação, com alguns elementos que, no fim das contas, sequer fizeram sentido para o contexto geral da história.

Não posso dizer que não fiquei surpresa. Com o ritmo das coisas, a gente percebe que muito provavelmente não vai receber as respostas que espera, mas mesmo assim, a chama da esperança permanece acesa até a subida dos créditos.

Se a série não produzir uma segunda temporada (rolam boatos que sim #oremos), a coisa fica ainda pior. Não superei Gypsy, por exemplo. A gente se sente meio enganada, tipo aquele boy lixo que todo mundo já conheceu na vida: você investe seu tempo e recebe vários nada em troca.

Enfim, assistam e se empolguem com moderação.

Leia também:

4 comentários

  1. eu tô é curiosa e amei esse cabelinho dela ♥

    ResponderExcluir
  2. achei a mesma coisa, cheguei a pensar que estava ficando burra!

    ResponderExcluir
  3. Ficaram muitas perguntas no ar. Comcerteza há de se produzir uma segunda temporada. #oremos

    ResponderExcluir

obrigada pelo comentário! respondo e visito todos os links que deixam aqui :)